quarta-feira , março 20 2019
Home / Corpo e Rosto / Ai que cheiro ruim
mau-halito-11475135-2659-thumb-570

Ai que cheiro ruim

Ninguém gosta de chegar perto de alguém que exala um cheirinho ruim, não é mesmo? Seja pelo pé, pela boca, ou axilas, os odores chatinhos podem ser resolvidos com cuidados simples. Sabia como:

woman-deodorant
Jogando limpo: Se você sua muito, prefira roupas de tecidos naturais, como o algodão. Leve sempre na bolsa um desodorante daqueles pequenininhos para reaplicar caso sinta necessidade.

As vilãs do “cecê” são as bactérias que ficam em áreas quentes e úmidas, como as axilas. É daí que vem o odor. Para combatê-lo, mantenha a região sempre limpa, depilada e seca. Dois banhos por dia e um sabonete antisséptico para lavar embaixo do braço também ajudam. Se ainda assim, seu suor for excessivo, procure um dermatologista.

 

shutterstock_96655975_0
Jogando limpo: Prefira as meias de algodão e não pense em usar as mesmas por dois dias. Ponha os sapatos no sol ou em um lugar arejado depois de usá-los.

Para se livrar do chulé, comece secando muito bem seus pés, principalmente entre os dedos, após o banho. Quem usa sapato fechado todo dia também pode virar vítima desse problema. Como o pé fica sem ventilação, o suor não evapora, criando o ambiente perfeito para as bactérias proliferarem e causarem o mau cheiro. Nesse caso, a dica é lançar mão do talco antisséptico. Passe um pouco nos pés e jogue outro tanto dentro dos calçados.

 

mau-halito-11475135-2659-thumb-570
Jogando limpo: Se não der para escovar os dentes depois de comer, masque um chiclete sem açúcar. E não se esqueça de escovar a língua.

O mau hálito aparece na hora em que acordamos ou quando ficamos sem comer por muito tempo. Nesses casos, basta escovar os dentes e passar fio dental que o bafo vai embora. Até por que, na maioria das vezes, a causa do mau hálito está na boca mesmo. Ele aparece quando você descuida da higiene e as bactérias fazem a festa com o resto de alimentos e com a própria placa bacteriana (nos dentes e na língua).

 

vagina
Jogando limpo: Não use o mini absorvente todos os dias – ele abafa a vagina, deixando-a mais úmida. E seque bem a região depois de lavar.

Antes de se preocupar, saiba que a vagina tem um odor característico e supernormal. Isso é culpa dos microorganismos que vivem nessa área e ajudam na defesa natural do órgão. Para manter o cheiro sob controle, aposte numa boa higiene íntima. Invista em sabonetes específicos para a região (eles equilibram o pH e diminuem o risco de infecções) e use calcinhas de algodão no dia a dia. Fique de olho se o odor ficar bem mais forte e começar a incomodar muito. Nesse caso, ele pode vir acompanhado de corrimento e ser um sinal de infecção. Aí é hora de marcar uma consulta no ginecologista.

 

Confira Também

Female doctor giving an injection to a patient

Pacientes com câncer não podem tomar vacina de febre amarela  

  Com o recente surto de febre amarela em Minas Gerais, afetando diretamente o Espírito ...