quinta-feira , dezembro 13 2018
Home / Destaque / O PODER DA CASEÍNA PARA O GANHO MUSCULAR
whey-protein

O PODER DA CASEÍNA PARA O GANHO MUSCULAR

Quando se fala em suplementação com proteína, a primeira ideia (ou produto) que vem à cabeça dos atletas e frequentadores de academia é “whey protein”. Mas há outra opção tão boa quanto a famosa whey. Trata-se da caseína, que é a proteína mais comumente encontrada no leite, tendo vários subtipos.

É frequentemente utilizada para substituir refeições em períodos que a pessoa precisará ficar muito tempo sem comer. A utilização da caseína tem crescido como suplemento alimentar, pois tem absorção mais lenta pelo organismo, sendo orientado o seu uso antes de dormir.

Como funciona?

A caseína reduz a síntese de proteínas, que são absorvidas sem quebras pelo corpo, tendo grande utilização anti-catabólica. Com a sua absorção lenta, a substância é recomendada para pessoas que estão em dieta para perder peso, evitando a perda de massa magra.

Vendida em pó, não é solúvel em água, por isso demorando mais para ser preparada, a caseína pode ser micelar ou isolada. A do tipo micelar é obtida por processos de filtração sem aditivos, que aumenta a atividade da massa magra. Já a isolada é obtida pela ação de um coagulante e se busca a maior síntese possível, reduzindo gorduras e carboidratos.

A molécula da caseína forma um gel em torno da parede do estômago, o que garante a sua absorção entre quatro e sete horas. A assimilação gradual de proteínas ao longo de um grande período ajuda a manter a massa magra, recuperar os músculos e não perder os ganhos do treino do dia.

O suplemento é indicado para todas as pessoas que não tenham alergia ao leite e/ou não tenham nenhum grau de autismo. Recomenda-se, sobretudo, o seu uso por atletas de alta performance. A substância é segura para cardíacos e diabéticos. Porém ela não é aconselhável para pessoas que fazem exercícios por laser. Para gestantes e idosos, recomenda-se tomar caseína apenas com indicação médica.

Benefícios da caseína

Ao contrário da maioria dos suplementos, que são absorvidos rapidamente e deixam de agir sobre o corpo em poucas horas, a caseína permite a suplementação noturna e de longo prazo. Tem capacidade de inibir o apetite e, também, ajuda a estimular o cérebro, gerando uma sensação de felicidade.

Assim, a suplementação com a substância ajuda a aumentar a nutrição muscular, no crescimento dos músculos e nos ganhos de força em longo prazo. Quando a pessoa vai dormir, os músculos podem ficar muitas horas sem receber proteína alguma, podendo catabolizar. É nesse momento que a ingestão do suplemento fará a diferença.

Além dessas vantagens, a caseína também ajuda a regular o tempo de trânsito das proteínas pelo intestino. Dessa forma, ajuda a absorver aminoácidos e proteínas pela parede intestinal, pois fica exposta por mais tempo.

Quando se combina o uso da whey protein, geralmente consumida no pós-treino, à ingestão de caseína, tomando-a antes de dormir, potencializa-se os efeitos de ambas e, consequentemente, garantindo uma eficaz construção de massa muscular.

Como tomar caseína

É recomendável que seja ingerida a caseína até, no máximo, duas vezes ao dia. Ela deve ser tomada, preferencialmente, à noite. Alguns atletas também a usam no pós-treino. Devem-se observar as instruções do rótulo, mas, normalmente, usa-se uma medida (ou medidor), que vem junto ao produto, em um copo com água. Por não ser hidrossolúvel, o atleta precisará misturar na coqueteleira por mais tempo que outros suplementos.

Caseína tem efeitos colaterais?

Se consumida em excesso, a caseína pode causar náuseas, diarreias e vômitos. Por ser uma proteína do leite, algumas pessoas notam (aumento do) inchaço durante o uso de caseína. Pode causar constipação intestinal, devido ao seu trânsito lento. Nenhum outro sintoma foi vinculado ao uso de caseína.

Confira Também

sinais-de-cancer-de-mama

Mês da mulher: médico fala sobre a sexualidade no tratamento do câncer

Dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher e o tema sexualidade ...