sexta-feira , janeiro 19 2018
Home / Destaque / Mês da mulher: médico fala sobre a sexualidade no tratamento do câncer
sinais-de-cancer-de-mama

Mês da mulher: médico fala sobre a sexualidade no tratamento do câncer

Dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher e o tema sexualidade feminina precisa ser discutido

Enfrentar a quimioterapia e outros métodos de tratamento contra o câncer são tarefas que exigem muitos cuidados. Quando o assunto é a sexualidade feminina, a atenção é redobrada para alguns efeitos colaterais do tratamento não atingirem de forma negativa o dia a dia da mulher. Queda de cabelo e dos pelos, perda da libido e secura vaginal são as principais dificuldades enfrentadas por elas nesta fase complicada.

Os tipos de neoplasias são extensos, e é importante entender que as alterações dependem de cada natureza biológica, história do tumor e tratamento necessário. Segundo o ginecologista da Medquimheo, Cleverson Gomes do Carmo Junior, a quimioterapia altera os ovários e causa mudanças no nível hormonal. “O apoio da pessoa com quem a mulher está se relacionando é fundamental na luta contra a doença. A relação sexual durante a terapia não é proibida, e deve-se levar em conta as alterações no corpo delas e respeitá-las da mesma forma”, conta.

De acordo com o médico, o Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, traz à tona questões como a sexualidade feminina na luta contra o câncer. A mulher pode sentir mais cansaço, fadiga, dores, enjoo e, consequentemente, uma queda na resistência da busca para exercer a sexualidade. “Cabe ao profissional que está acompanhando a paciente realizar orientações preventivas sobre essas situações, ouvir as queixas das mulheres e ajudar em medicações para amenizar os efeitos colaterais”, salienta.

Câncer de mama

O câncer de mama continua sendo o principal tumor que acomete as mulheres. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), foram esperados em 2016 cerca de 57.960 casos novos em 100 mil mulheres. Quando ocorre a cirurgia de retirada da mama, as pacientes sofrem com a insegurança e aceitação do corpo, sendo imprescindível o acompanhamento com psicólogo e amparo da família, amigos e do parceiro, para quem está em um relacionamento.

Confira Também

Female doctor giving an injection to a patient

Pacientes com câncer não podem tomar vacina de febre amarela  

  Com o recente surto de febre amarela em Minas Gerais, afetando diretamente o Espírito ...