quarta-feira , março 20 2019
Home / Destaque / SETE PECADOS DO TREINO
shutterstock_255667762

SETE PECADOS DO TREINO

Que atire a primeira pedra quem nunca cometeu nenhum “deslize” durante o treinamento físico, seja na academia ou com a alimentação. Há, inclusive, alguns hábitos que são considerados verdadeiros pecados pelos e para os atletas.

 

  • Ira – Desistir no início, pois não vê resultados do treino
shutterstock_90594424 contrasty
O resultando vem com o tempo, não adiante querer que seja rápido.

É muito comum quando se inicia um treino, independente de qual o objetivo, esperar resultados quase imediatos. Vários atletas iniciantes acabam ficando “irados”, pois estão se dedicando muito ao treinamento e à dieta, mas se passou um mês e nada de crescer um centímetro se quer ou nada de perder nenhum grama! É nessa hora que muitos cometem um grande erro: desistir. O ideal é conversar com seu instrutor e, em vez de parar o treino, aumentar a carga e/ou as séries, ou ainda a intensidade dos exercícios.

 

  • Avareza – Levantar mais peso do que sua capacidade
Cuidado com lesões por excesso de peso.
Cuidado com lesões por excesso de peso.

Você sabia que ao “pegar mais peso” pode alterar o processo de adaptação de músculos? Para qualquer mudança, sobretudo de carga, no treino, é preciso um período para seu corpo se adaptar. A melhor maneira de conseguir os resultados desejados é aumentar gradualmente a intensidade e carga.

  • Preguiça – Descanso demais entre as séries
O ideal é descansar de 30 a 60 segundos dependendo do exercício.
O ideal é descansar de 30 a 60 segundos dependendo do exercício.

Ter mais tempo de descanso entre as séries de exercícios físicos pode comprometer muito seus objetivos. Nada de ficar batendo papo. Reduza o descanso e aumente a frequência cardíaca, pois é preciso manter seu ritmo cardíaco elevado.

  • Gula – Alimentação errada no pré-treino
Alimentação correta pós treino te ajuda a otimizar seus resultados.
Alimentação correta pós treino te ajuda a otimizar seus resultados.

Os extremos são perigosos. Ou seja, ficar sem comer não é bom, assim como também se alimentar em excesso. Quando ocorre essa última situação, você pode se sentir “pesado”, dificultando a execução o treino, ou ainda até pode vomitar.

 

  • Luxúria – Exibicionismo na academia
Exibicionismo não vai criar músculos.
Exibicionismo não vai criar músculos.

Muitas vezes, há alguns atletas que querem se exibir na academia e acabam pegando mais carga do que conseguem. Cuidado! Isto pode lesionar e impedir de continuar os treinamentos por um tempo.

  • Vaidade – “Ignorância
    dcddc68e6d074aa2_shutterstock_176043551.xxxlarge_2x
    Busque orientação de um nutricionista.

Existem pessoas que treinam pesado durante alguns meses, conseguem atingir o objetivo. Mas em vez de manter os bons hábitos, começa a beber ou comer alimentos não saudáveis. O ideal é estabelecer metas reais e constantes. Assim, para cada cinco quilos que emagrecer reestruture sua dieta, para que não acha estagnação.

 

  • Inveja – Comparação com os colegas
shutterstock_255667762
Cada organismo responde de um jeito, busque orientação de um profissional.

Seu colega de treino conseguiu atingir a mesma meta que você está buscando. Por isso, você acha que a dieta, o treino e o suplemento dele servem para você? Errado. Procure seu instrutor e trace um plano de treino que respeite e esteja de acordo com sua individualidade biológica. Da mesma maneira, não siga a dieta do colega. Consulte um médico e/ou nutricionista e veja o que é adequado para você.

Confira Também

sinais-de-cancer-de-mama

Mês da mulher: médico fala sobre a sexualidade no tratamento do câncer

Dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher e o tema sexualidade ...